in Portugal

Posts tagged “Viseu

Meet our Renaissance painter: “Grão Vasco”!

Vasco Fernandes "Grão Vasco"

Vasco Fernandes (Viseu, 1475 – 1542), better known as “Grão Vasco”, is considered the leading name in Portuguese painting sixteenth century. He was a painter of transition from “Manuelino”, as well Renaissance and Flemish painting. Most of his works are in the Museum “Grão Vasco”, in “Viseu”, with paintings of his first and last phases artistic.

Vasco Fernandes (Viseu,1475 — 1542), mais conhecido por Grão Vasco, é considerado o principal nome da pintura portuguesa quinhentista. Ele foi um pintor de transição do Manuelino, pintura flamenga e renascentista. A maior parte das suas obras estão no Museu Grão Vasco, em Viseu, com pinturas da sua primeira e última fases artísticas.

The oldest recorded mention on Vasco Fernandes is only from 1501-02, when he was already a professional artist, married and established at Viseu. It is also known he passed away here between the end of 1542 and the beginning of the following year.
The dark but extraordinarily versatile color use, the sensible handling of the light, whose properties he explored to represent the deepness of the space and to “spatialize” the shapes, or the plasticity he obtained when fiercely modeling the draperies, always with highly elaborate shapes, all these are elements which allow us to identify his rather unique artistic process. But the characteristics most often associated with him are the powerful phisionomic face detailing and the subjects’ dramatic enclosing, and the scenarios and props’ realistic and precise describing, which usually reflect simple objects and environments of family and religious

Saint Peter

 Saint Peter

A informação histórica mais antiga a respeito de Grão Vasco data apenas de 1501-02, ano em que já era pintor, casado e residente em Viseu. Sabe-se que faleceu nesta cidade entre o final de 1542 e o início do ano seguinte.
O recurso a uma paleta sombria mas com uma extraordinária diversidade tonal, o sensível manuseamento da luz, cujas virtualidades explora para representar o espaço em profundidade e para espacializar a forma, ou a plasticidade que obtém na poderosa modelação de panejamentos, com formas invariavelmente muito elaboradas, são elementos que permitem individualizar o seu muito personalizado processo artístico. Mas as caracteristicas que imediatamente se lhe associam passam pela poderosa caracterização fisionómica dos rostos e pelo envolvimento dramático das figuras, pelo realismo e minucioso descritivo dos cenários e dos adereços, que habitualmente reflectem ambientes e objectos simples do quotidiano familiar e religioso.

Credits: “Arte Portuguesa da pré-história ao século XX”, vol. 6, de Dalila Rodrigues
Photos in the Web

Advertisements

Postcards from Portugal (II) Viseu & S. Pedro do Sul

V  I  S  E  U 1 Sé, séc. XII

“Viseu” is a city, capital of the district, in Portuguese central region, with about 47 200 inhabitants.
Its origins date back to the Roman occupation, having been elevated to diocese’s seat in the sixth century.
Viseu is associated with Viriathus figure, now thought to have been born in this region. This national hero, was the Chief of Lusitanos who confronted the Romans during the occupation of the Iberian Peninsula.
Today, the city offers strong commercial and cultural searched for visitors from all over the country and overseas. In fact, “Viseu” is considered “Case Study” at European level, as a model city for urban planning and leisure infrastructure.
Viseu is the 17th best European city, as the city with the most quality of life among 76, in DECO “Portuguese Association for Consumer Protection” study, being the first of the 18 Portuguese district capitals with better quality of life (Survey 2012).  4 Detalhe rua

Viseu é uma cidade portuguesa, capital do Distrito de Viseu, na região Centro, com cerca de 47 200 habitantes.
As origens de Viseu remontam à época da romanização, tendo sido elevada a sede de diocese no século VI.
Viseu está associada à figura de Viriato, já que se pensa que tenha nascido nesta região. Este herói nacional, foi o Chefe dos Lusitanos que confrontou os romanos na ocupação da Península Ibérica.
Hoje, a cidade oferece um forte sector comercial e cultural procurado por visitantes de todo o país e estrangeiros. Aliás, Viseu é considerada “Case Study” a nível Europeu como cidade modelo em planeamento urbano e construção de infraestruturas de lazer e rodoviárias.
Viseu é a 17ª melhor cidade europeia, como a cidade com mais qualidade de vida entre as 76, do estudo da DECO “Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor”, sendo ainda a primeira das 18 capitais de distrito portuguesas com melhor qualidade de vida (Inquérito 2012). 3 Museu Grão Vasco, séc. XVI

S.   P E D R O   D O   S U L  2 Rio Vouga e Estação termal

“São Pedro do Sul” is a city in the district of “Viseu”, in Portuguese central region, with about 3600 inhabitants.
The city is tremendously popular because of its thermal waters, unique, for treatment of rheumatic diseases and respiratory diseases.
The “Termas de S. Pedro do Sul” is the largest destination for health tourism in Portugal, the only two spas – the Queen Amelia and D. Afonso Henriques – who maintain the Thermal resort open all year.
The first traces of the use of these thermal waters with curative purposes and wellness, lost in time. But it is known that the Romans enhance their therapeutic use, followed by many kings like D. Afonso Henriques and D. Manuel I and the Queen Amelia, in the late nineteenth century. 3 Rio Vouga

São Pedro do Sul é uma cidade portuguesa no Distrito de Viseu, região Centro, com cerca de 3 600 habitantes.
A cidade é extraordináriamente popular por causa das suas águas termais, únicas para o tratamento de doenças reumáticas e respiratórias.
As Termas de S. Pedro do Sul são o maior destino de turismo de saúde em Portugal, o único com dois Balneários – o Rainha Dª Amélia e o D. Afonso Henriques – que mantêm a estância Termal aberta todo o ano.
Os primeiros vestígios da utilização destas águas termais com fins curativos e de bem-estar, perdem-se no tempo. Mas sabe-se que foram os romanos a incrementar o seu uso terapêutico, seguindo-se-lhes muitos dos maiores reis como D. Afonso Henriques e D. Manuel I e mais tarde a Rainha D. Amélia, no final do século XIX. 7 Hotel Vila do Banho

Credits: “Viseu”, de Alberto Correia – Editorial Presença, Lisboa; pt.wikipédia
More information about Thermal Centers – SPA


Praying by Pope Francisco and the World

In a lovely litle chapel at… “Esmolfe”.
Numa linda capelinha em… Esmolfe.

They are few, but their faith is beyond the Universe!
São apenas elas, mas a sua fé é para além do Universo!  Chapel | Capela

“Esmolfe” is a tiny village inland, in “Viseu” district, near “Serra da Estrela”, the country’s highest mountain (1993m).
It currently has about 420 inhabitants, mostly elderly and women, who live mainly from agriculture and own income, such as pensions. Medieval stone pillory | Pelourinho medieval

Esmolfe é uma pequenina aldeia, no interior português, no distrito de Viseu e próxima da Serra Estrela, a serra mais alta do país (1993m) .
Actualmente tem cerca de 420 habitantes, principalmente de idade avançada e mulheres, que vivem sobretudo da agricultura e dos rendimentos próprios, como as reformas. Bandstand | Coreto

The village is especially known for its apple, “Bravo Esmolfe” with a distinctive flavor. Delicious!
A aldeia é especialmente conhecida pela sua maçã, o “Bravo de Esmolfe”, com um sabor característico. É delicioso! Apple "Bravo de Esmolfe"

But, the real charm of Esmolfe, lies in its simplicity, peace and breathtaking natural colors.
Mas, o verdadeiro encanto de Esmolfe, reside na sua simplicidade, paz e magníficas cores naturais.

This slideshow requires JavaScript.